Suporte Técnico

Desenvolvem e implantam sistemas informatizados dimensionando requisitos e funcionalidade do sistema , especificando sua arquitetura, escolhendo ferramentas de desenvolvimento, especificando programas, codificando aplicativos . Administram ambiente informatizado, prestam suporte técnico ao cliente e o treinam, elaboram documentação técnica. Estabelecem padrões, coordenam projetos e oferecem soluções para ambientes informatizados e pesquisam tecnologias em informática.
 

Condições gerais de exercício

Os profissionais podem trabalhar em atividades industriais, comerciais e de serviços de informática e atividades conexas, em atividades econômicas como as da área financeira, das comunicações, das comerciais em geral. Trabalham como empregados , principalmente, em grandes empresas públicas e privadas e como autônomos, prestando serviços. Seu trabalho se realiza em equipe, com supervisão ocasional. No exercício das atividades, alguns profissionais podem estar expostos aos efeitos de esforços repetitivos e da radiação proveniente de monitores de computadores. 
 

Formação e experiência

O exercício dessas ocupações requer curso superior completo em Ciência da computação. Para os profissionais com outra formação de nível superior, o mercado de trabalho tem valorizado especialização e pós-graduação na área de informática . O exercício pleno das atividades ocorre, em média, após dois anos de experiência. Em função da inovação tecnológica, a permanência no mercado de trabalho requer atualização contínua dos profissionais.
 

Fonte:  http://www.mtecbo.gov.br

ENTREVISTA

Entrevista feita com Leandro Santos, que atualmente é aluno da FIR, é funcionário do Grupo Provider Soluções Tecnológicas Ltda., e presta serviço no Tribunal de Justiça de Pernambuco como Técnico em informática.

Qual foi a trajetória profissional percorrida até o atual emprego?

LEANDRO – Inicialmente trabalhei mais com cargos voltados a procedimentos administrativos como digitação, elaboração de documentos, arquivamentos, verificação de emails, etc. Depois de um estágio, mais voltado à área de suporte, consegui uma vaga como ferista e logo depois contratado como Técnico em informática, atuando com suporte.

Quais seriam o perfil (qualidades) e principais pontos que seriam relevantes aos interessados nesta área?

LEANDRO – Bem, além dos cursos e conhecimentos que são interessantes todo técnico deveria possuir alguns componentes como: bom relacionamento interpessoal, ser paciente, vontade de ensinar, ter perfil de pesquisa, buscar melhorar os processos, atualizar sempre que possível o conhecimento, adotar padrões de atendimento, vontade de resolver problemas, humildade. Estas seriam algumas qualidades e pontos interessantes para atuar como suporte técnico.

Então quais seriam estes cursos e conhecimentos que são interessantes?

LEANDRO – Inicialmente, um curso de operador, e logo após arquitetura de computadores seria bom começo para quem é apenas um usuário comum. Depois um curso de redes, outro de lógica de programação… É desejável também que durante esses períodos de aprendizado e amadurecimento de conhecimento, o profissional busque utilizar ferramentas, programas, acessórios dos mais diversos tipos e para as mais diversas finalidades, assim vai assimilando e percebendo como é o funcionamento dos softwares.

Depois desse processo que demora em torno de três anos* o profissional pode buscar encarar cursos mais avançados como de segurança de computadores, certificação Microsoft, softwares livres, aperfeiçoamento em outros sistemas operacionais (como Linux), dentre outros.

Como está atualmente o mercado para este tipo de profissional?

LEANDRO – Isso depende basicamente do fator ambiental. Sou Alagoano e mudei para Recife, e não passei mais que um mês para conseguir um emprego. Hoje o mercado em Pernambuco está bom. Estou mais de um ano empregado e com um salário razoável para as funções que desempenho. Já em Maceió, na época em que morava por lá, o mercado estava praticamente fechado. Os salários não eram também honestos com o serviço prestado.

No geral as empresas de grande porte, que usam tecnologia, não dispensam a oportunidade de ter sua equipe de TI. Os serviços terceirizados também estão contratando bem, e fazendo crescer mais esse mercado.

Qual é a média de remuneração?

LEANDRO – Um técnico com boa experiência pode conseguir salário “máximo” de R$ 2.000,00. A remuneração “mínima” de 700 a 800 reais para um técnico auxiliar. Como falei antes o mercado está absorvendo bem esses profissionais e os salários podem ser maiores ou menores que esses dependendo do local e das demandas de mercado.

E você, como prestador de serviço tem previsão de crescimento? Tem mais alguma perspectiva futura para profissão?

LEANDRO – Agora não vejo uma grande possibilidade de mudança com relação ao cargo, mas estou com alguns objetivos e pretensões que serão dispostos para as chefias com o passar do tempo. Como falei desde o inicio da conversa, este é meu segundo emprego na área e estou muito feliz. Recentemente fui avaliado, e a chefia teceu boas referências, e alguns bons elogios quanto à postura e comprometimento do trabalho, além dos conhecimentos que atendem a demanda da Justiça. O momento é manter os trabalhos diários e apresentar aos poucos alguns projetos no setor.

Quanto ao futuro a tendência do suporte é ficar cada vez mais integrado com outras áreas da TI e Sistemas de Informação. Por isso, é importante uma graduação ou formação tecnológica para dar uma bagagem mais conceitual. A tendência é ser um profissional cada vez mais especialista no escorpo que ele está inserido, e também generalista, conhecedor de todas as áreas relacionadas com o seu trabalho. Desta forma pode ser bastante natural a criação de novos cargos e carreiras para angariar uma posição de coordenação, gestão ou até direção de um grupo/equipe de trabalho. Sendo necessária** neste caso uma pós-graduação voltada as áreas de tecnologia ou ainda no campo da administração (Gestão de pessoas, Gestão do Conhecimento, Gestão de TI…).

Muito obrigado Leandro e sucesso neste novo emprego.

LEANDRO – Obrigado. Que essa breve e parcial descrição de minha carreira profissional estimule mais pessoas a buscarem essa área.

  1. Anderson
    28/11/2010 às 7:40

    Muito bom o material, tabalho com Suporte há 10 anos e passei extamente pelas fases apresentadas. Sou pernambucano e moro agora em Alagoas e o mercado ainda não paga o salário devido aos Analista e Técnicos, todavia sinto uma mudança gradual, lenta mais gradual.

  2. 13/10/2011 às 8:12

    queria saber qto a salario…qto c ganha no começo da carrera e no topo de carrera…AGRADEÇO QUEM M RESPONDE

  3. Tamara Freitas Coelho
    19/06/2012 às 8:17

    muito bom o material dado nesse site! me ajudara muito na minha escolha!

  4. Harley
    10/08/2015 às 10:52

    Como ele comentou na entrevista, depende de alguns fatores, posso citar também que se fores para uma empresa de porte pequeno, empresa local, a média inicial é de um salário mínimo, quando passa para empresas de porte maior, podes iniciar com R$ 1.300,00 – R$ 2.300,00 lembrando que quanto maior o salário mais conhecimento a empresa cobrará para assumir o cargo.

    Também de Maceió-AL, iniciei como técnico em telefonia -> técnico em TV e Internet -> Suporte técnico -> Analista de Suporte e por fim analista e TI.

    Aconselho que faças um curso básico de informática -> Manutenção em computadores -> Redes a Cabo e Wireless e assim por diante, lembrando que hoje em dia temos o google para nos ajudar a estudar sem precisar pagar.

    Parabéns sucesso para todos…

  1. 27/11/2009 às 20:10

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: